Batalha de Breaking do #SouManaus se consolida como um dos mais importantes do hip hop da região Norte

Batalha de Breaking do #SouManaus se consolida como um dos mais importantes do hip hop da região Norte

Fortalecendo o movimento de dança de rua da cultura hip-hop, o festival “#SouManaus Passo a Paço 2023”, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), contou na primeira noite, no Espaço Urbano, com a Batalha de Breaking, se consolidando como um dos mais importantes eventos de hip-hop da região Norte, com mais de 100 pessoas inscritas.

Além de entretenimento composto por músicas, pista de skate itinerante, pinturas em grafite, o “Espaço Urbano” proporciona ao público uma viagem cultural de forma gratuita, nos dias 5, 6 e 7 de setembro, no centro histórico da cidade.

As apresentações contaram com a presença do prefeito de Manaus, David Almeida, que enalteceu a cultura das danças de rua e garantiu o incentivo a competições como essa.

“O Festival #SouManaus é do povo e para o povo e sempre haverá espaços voltados ao breaking, ao rap, ao hip-hop, skate, grafite e todas as modalidades da cultura de rua”, garantiu o prefeito.

Willian da Cruz, 28, é um amante do Breaking e veio do município de Maués. Foram 24 horas de viagem de barco até chegar à capital Manaus, para participar do maior festival de artes integradas da região Norte.

“Enfrentaria tudo outra vez, para viver essa experiência única da dança  de rua. Hoje, o festival ‘#SouManaus Passo a Paço’ é um dos maiores do Brasil e estou na expectativa de ficar entre os primeiros lugares da batalha. Me preparei bastante e vim de longe para levar a premiação”, explica o dançarino.

Cultura de rua

No ano em que o hip-hop comemora 50 anos, a cultura de rua é valorizada e recebe visibilidade, com um público estimado de 30 mil pessoas nas três noites de festival. São 101 competidores, que se apresentam, simultaneamente, e são julgados. Apenas 16 dançarinos são selecionados pelos jurados e participam da grande final que define o ranking e recebe a premiação em dinheiro, sendo R$ 3 mil para o primeiro colocado, R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro.

Sem perder uma edição do festival, Leonor Jackminutei de 62 anos, é mãe de gêmeos e sempre acompanha os filhos nas competições.

“Eu acho maravilhoso esse festival, toda estrutura e organização. Venho acompanhar meus filhos e me divirto junto. Parabéns à prefeitura por proporcionar tantos espetáculos em um único espaço e de forma gratuita”, agradece Leonor.

RAP

A apresentação da banda de Rap ‘Sem Padreco’ foi a cereja do bolo. O rap é um discurso rítmico com rimas e poesia, e considerado um dos cinco pilares fundamentais da cultura hip-hop.

Ao todo, o festival “#Sou Manaus Passo a Paço” conta com 77 artistas musicais regionais, e serão beneficiados mais de 600 trabalhadores da cultura local, mais de 160 trabalhadores da cenografia do evento, 75 artesãos, e 200 manipuladores de alimentos, gerando mais de 5 mil empregos diretos e indiretos na preparação e operação do evento.

—-

Texto – Valesca Martins / SEMCOM
Foto – Márcio Melo / SEMCOM