Festival #SouManaus faz história e marca vida e memórias do público, de jovem, mãe e até idosos

Festival #SouManaus faz história e marca vida e memórias do público, de jovem, mãe e até idosos

Festivais são feitos de histórias de superações, de ineditismo, de quebra de marcas e números, mas, principalmente, por entrarem para a história de vida de milhares de pessoas como acontece no maior evento de artes do Norte do Brasil, o “#SouManaus Passo a Paço 2023”, realizado pela Prefeitura de Manaus.

E o #SouManaus deste ano foi um “divisor de águas” desde sua divulgação, sendo lançado para o mundo ver em plena Times Square, em Nova Iorque (EUA), até a seleção de estrelas e headliners, como o maior DJ do mundo, David Guetta, que bateu o recorde de público no palco Bradesco – Guardião da Amazônia, transformado em uma das maiores pistas de dança do mundo.

O festival faz parte da vida do pequeno Bento, de apenas 10 meses, que no ano passado estava na barriga da mãe, a despachante Karen Luna, 36. Ela estava grávida, quando curtiu o show da recifense Duda Beat, conhecida como rainha da sofrência pop.

“Ano passado, o Bento estava na minha barriga e, este ano, trouxe ele para curtir o Passinho. O festival é único por ser uma linda oportunidade, tem uma ampla diversidade e, hoje, estou aproveitando a programação infantil e saudável. Estou muito feliz por estar aqui, para ele curtir. Este ano, teve o DJ David Guetta, mas não pude assistir. Ano que vem, acho que vai ter atração bem interessante e, com o Bento maior, será melhor. Quem sabe o festival não traga artistas como Gilberto Gil e Caetano. Seria um sonho”, disse a jovem.

Já a aposentada e cadeirante  Vivaldina Andrade, 87 anos, não perde um #SouManaus e, nesta edição, estava ansiosa pelo show do padre Fábio de Melo, no palco Bradesco – Guardião da Amazônia. Católica e moradora do bairro Betânia, ela, que teve nove filhos e já perdeu a conta de quantos netos e bisnetos têm, veio com o neto Jean Andrade, 33, analista de Recursos Humanos. Enquanto na terça-feira (5/9), Jean curtia o internacional David Guetta, hoje estava com a avó, aproveitando o festival em família. E se “dona Vida”, como é carinhosamente chamada pela família, pudesse escolher uma atração para assistir em 2024, seria Julio Iglesias. Já Jean gostaria de ter um Djavan ou Roupa Nova nos palcos. “Tive filhos muito cedo e na minha época não tinha isso. Hoje, curto bastante e me divirto”, disse, emocionada com o show do padre.

Com apenas 3 meses, Levy estava, na última noite do festival, no espaço infantil com os pais Raissa dos Santos, 18, e Lucas da Silva Costa, 26. “Moramos no Tarumã e ficamos animados para vir ao evento e aproveitar o feriado em família, tendo uma diversão. Não  conhecíamos essa área da cidade. Não imaginávamos que a estrutura era tão grande, superando nossas expectativas. Vamos voltar ano que vem”, assegurou Lucas.

Festival

Este ano, o #SouManaus recebeu atrações como Biquini, Kevin o Cris, Zeca Pagodinho, Zé Felipe e Virgínia Fonseca, Humberto Gessinger, Léo Magalhães, Murilo Huff, Marina Sena, Lobão e o DJ Internacional David Guetta.

Para o prefeito David Almeida, poder apresentar a cidade para os maiores players do turismo, por meio do megaevento, é uma revolução de impactos positivos em vários aspectos.

E o que será que 2024 trará de novas histórias de vida para todos esses personagens? A certeza de dias felizes, alegres e memórias.

— — —

Texto – Cláudia do Valle/Semcom
Fotos – Aguilar Abecassis/Semcom