Prazo para aderir à cota de patrocínio do #SouManaus 2023 encerra nesta sexta-feira, 25/8

Prazo para aderir à cota de patrocínio do #SouManaus 2023 encerra nesta sexta-feira, 25/8

Encerra nesta sexta-feira, 25/8, o prazo para o envio de propostas das empresas interessadas em aderir à cota de patrocínio do “#SouManaus Passo a Paço 2023”, por meio do edital de Chamada Pública nº 007/2023. Publicado no Diário Oficial do Município (DOM), o edital define que os envios de propostas podem ser feitos até as 17h, sendo o resultado final homologado na quarta-feira, 30/8.

O edital de patrocínio tem o objetivo de selecionar, de acordo com os critérios estabelecidos, os patrocinadores do #SouManaus Passo a Paço 2023, que acontecerá nos dias 5, 6 e 7 de setembro, no centro histórico e porto de Manaus. Os interessados deverão protocolizar sua inscrição, impreterivelmente, no protocolo do prédio sede da ManausCult, localizado na avenida 7 de Setembro.

De acordo com o titular da Manauscult, Osvaldo Cardoso, a iniciativa de abrir cotas de patrocínio para o maior evento de artes integradas do Norte do Brasil oportunizou a atual gestão municipal a ampliar o festival, fomentando a economia, o turismo e a cultura local. Antes o encerramento se daria no dia 21/8, no entanto o certame foi prorrogado.

“Não tenho medo de dizer que essa será a maior edição do #Sou Manaus. Temos grandes atrações confirmadas, incluindo um megashow do DJ David Guetta. Tudo isso é importante para os artistas locais, que terão a oportunidade de apresentar os seus trabalhos para um público de 500 mil pessoas nos três dias. Além disso, graças a esses recursos, a Prefeitura de Manaus conseguiu diminuir os custos do festival. Assim, faremos um festival gigantesco gastando muito abaixo do valor definido na LOA (Lei Orçamentária Anual) deste ano”, enfatizou Cardoso.

Cota Master

Para Cota Master, divulgada no Diário Oficial do Município, a Manauscult recebeu duas propostas, no entanto uma delas foi desclassificada, devido a impedimentos e à ausência de documentação, exigida no item 11, subitem 8.1, do edital. Dessa forma, a empresa Nosso Show Gestão de Eventos Ltda. foi a habilitada, e terá que repassar R$ 2 milhões ao poder público, tendo direito, assim, a explorar a comercialização de 44 camarote/dia, com capacidade para 25 pessoas, 2.500 ingressos/dia no front stage e operacionalização do bar. Todas as despesas com confecção de ingressos/pulseiras e controle de acesso do público serão de responsabilidade do proponente (patrocinador).

Valores

O edital define quatro cotas de patrocínio, que variam de R$ 50 mil a R$ 250 mil. São elas: Cota Onça Pintada, no valor de R$ 50 mil, que garante a divulgação da marca em cartazes e flyers, marca com link no site oficial do evento, a locução ao vivo, sendo cinco citações por dia pelo apresentador do evento, um banner e um estande de 12 metros quadrados, distribuído em torno da praça Dom Pedro II) e dez ingressos no front stage do palco Estacionamento;

Cota Vitória Régia, no valor de R$ 100 mil, que assegura a marca em cartazes e flyers, a marca com link no site oficial do evento; locução ao vivo – dez citações por dia pelo apresentador do evento; marca no cordão das credenciais; dois blimps, um banner e um estande 12 metros quadrados; distribuído em torno da praça Dom Pedro II; dez ingressos no front stage do palco Estacionamento; Cerimônia de Abertura – Direito do representante da empresa fazer uso da palavra;

Cota Tambaqui no valor de R$ 200 mil, que assegura assinatura de 40 spots de 30”, Logotipo de cinco anúncios de ¼ de página; material gráfico – marca em cartazes e flyers; site – marca com link no site oficial do evento; redes sociais – post nas redes sociais oficiais do evento; locução ao vivo – dez citações por dia pelo apresentador do evento; credenciais – marca no cordão das credenciais; três blimps e dois banners e um estande de 16 metros quadrados – distribuída no espaço do palco Estacionamento e acesso ao palco (porto) 15 ingressos no front stage do palco Estacionamento; Cerimônia de Abertura – Direito do representante da empresa fazer uso da palavra;

Cota Saterê, que custa R$ 250 mil. Sendo garantidos divulgação na TV – Assinatura em inserções de 30” e 15”; Rádio – Assinatura de 80 spots de 30” Jornal – Logotipo de cinco anúncios de ½ de página; material gráfico – marca em cartazes e flyers; site – marca com link no site oficial do evento; redes sociais – post nas redes sociais oficiais do evento; camisetas – marca nas camisas do Staff; credenciais – marca no cordão das credenciais; locução ao vivo – dez citações por dia pelo apresentador do evento; quatro blimps e três banners, um estande de 25 metros quadrados – distribuída no espaço do palco Plataforma Malcher e acesso ao palco (porto) VT nos Telões 30” nos intervalos; Cerimônia de Abertura – Direito do representante da empresa fazer uso da palavra; Evento de lançamento – Direito de veicular VT Institucional e representante da empresa fazer uso da palavra; 20 ingressos no front stage do palco Plataforma Malcher; 6.3 Todo material gráfico e estrutura são de responsabilidade do patrocinador.

— — —

Texto – Thiago Fernando/Semcom e Asafe Augusto /Semcom
Foto – Arquivo/Semcom