Prefeitura destaca grandiosidade do #Sou Manaus 2023 com 80 mil ingressos gratuitos por noite

Prefeito David Almeida destaca grandiosidade do ‘#Sou Manaus Passo a Paço 2023’ com 80 mil ingressos gratuitos por noite

O “#Sou Manaus Passo a Paço 2023” está maior e, nesta edição, gera receita da iniciativa privada para se pagar mesmo com praticamente todos ingressos permanecendo gratuitos à população: 80 mil acessos que podem ser trocados por um quilo de alimento não perecível e ou por garrafas PET, sendo que a expectativa é que o Festival atraia cerca de 150 mil pessoas por dia (5, 6 e 7 de setembro, no centro de Manaus).

Esse modelo moderno de gestão, adotado pelos grandes eventos públicos no país, reforçam Manaus como destino turístico na Amazônia.

Foi o que destacou o prefeito de Manaus, David Almeida, em entrevista a uma rádio local nesta sexta-feira, 25/8. “Manaus é a sétima maior cidade do país, não podemos pensar pequeno. Elevamos o nível do festival e tudo que estamos fazendo é melhorar a organização, a segurança, garantir grandes atrações e incluir fontes de receitas (privadas), que ajudem a custear o próprio evento”.

Além dos patrocinadores, até esta sexta-feira, já eram mais de 20, a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) lançou edital para a escolha de patrocinador, com direito de venda de um número limitado de ingressos de pista e dos camarotes em troca do pagamento de uma cota de R$ 2 milhões.

Dos 80 mil ingressos disponíveis nos dois principais palcos do evento, no interior do Porto de Manaus, 2,5 mil são comercializados na frente dos dois palcos, mais os ingressos dos 44 camarotes. Além desses dois espaços, o Sou Manaus conta com mais cinco palcos, com acesso livre. A expectativa da Manauscult é que aproximadamente 150 mil pessoas por dia prestigiem as atrações do festival, nos espaços culturais dentro e no entorno do porto.

“A empresa que ganhou o edital para a venda de ingressos depositou R$ 2 milhões para poder comercializar os 2,5 mil ingressos e mais os camarotes. Com isso, mais a cota dos demais patrocinadores, conseguimos pagar todos os cachês dos artistas. Não sairá um centavo de recurso do município (para os cachês dos artistas e parte da infraestrutura). E isso traz uma grande economia para o poder público”, declarou o prefeito de Manaus.

David Almeida lembrou que grandes eventos nacionais, como o Festival de Parintins e os carnavais do Rio de Janeiro e de Salvador são públicos, recebem investimento público e comercializam uma parcela dos acessos, em locais determinados, para gerar receitas, que se revertem à realização dos próprios eventos.

Patrocinadores

Na próxima semana, o prefeito afirmou que realizará entrevista coletiva para apresentar o balanço dos patrocinadores do #SouManaus 2023. Na ocasião, afirmou que anunciará as empresas que estão apoiando a realização do festival.

“Se não fossem os patrocinadores, muito provavelmente a despesa seria dobrada. Então, estamos economizando”, acrescentou o prefeito, referindo-se aos recursos aprovados para o #SouManaus deste ano, na Lei Orçamentária Anual (LOA).

—–

Texto – Divulgação/Semcom
Foto – Ruan Souza / Semcom