Prefeitura disponibiliza unidade de saúde e serviços pré-hospitalares no ‘#SouManaus Passo a Paço 2023’

Prefeitura disponibiliza unidade de saúde e serviços pré-hospitalares no ‘#SouManaus Passo a Paço 2023’

A Prefeitura de Manaus garante o funcionamento de uma unidade de assistência à saúde durante a realização do “#SouManaus Passo a Paço 2023”. A unidade, estruturada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), está localizada próxima ao palco Guardiões da Amazônia ao longo dos dias 5, 6 e 7/9.

A assessora da Subsecretária de Gestão da Saúde, enfermeira Aldeniza Araújo, explicou que a unidade de atendimento de saúde está realizando atendimentos pré-hospitalares com o apoio do Samu, que está com três ambulâncias de suporte básico e uma de suporte avançado (UTI) e ainda uma ambulancha, garantindo a remoção para os serviços de Pronto Atendimento dos participantes que necessitarem de atendimento de maior complexidade.

“A tenda da saúde está extremamente equipada, com uma equipe habilitada. Além disso, nós temos a tenda do Samu, com uma ambulância de suporte básico e uma UTI, nós temos a ambulancha no porto para transferência e remoção rápida, via fluvial”, destacou.

A assessora ainda deu orientações básicas de saúde ao público interessado em prestigiar o festival.

“A gente está chamando a atenção para que venham para cá com roupa leve, com uma boa alimentação e bastante hidratação. Nós estamos em pleno verão amazônico, a temperatura com sensação térmica de 40°, a gente está desde as 14 horas aqui. Muito quente”.

A unidade de saúde é composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e servidores administrativos, além das equipes do Serviço Móvel de Urgência (Samu) e da Vigilância Sanitária municipal (Visa Manaus), que estarão à disposição do público das 16h até o fim da programação.

Já a equipe da Visa Manaus irá reforçar a vigilância sanitária, realizando inspeção nos pontos de venda de alimentos em toda a extensão do festival, para avaliar aspectos como o asseio e a segurança estrutural dos estabelecimentos, armazenamento, manipulação e conservação adequada de comidas e bebidas, com o objetivo de minimizar os riscos à saúde do público.

No total, são 60 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e servidores administrativos, que vão atuar em cada dia do festival.

—–

Texto – Luiz Pinheiro / Semcom
Fotos – Artur Barbosa / Semcom