Segunda noite do ‘#SouManaus 2023’ conta com grandes nomes do samba, funk e dancehall

Segunda noite do ‘#SouManaus 2023’ conta com grandes nomes do samba, funk e dancehall

O “#SouManaus Passo a Paço 2023”, realizado pela Prefeitura de Manaus, no centro histórico da cidade, se consolida como um evento de sucesso para todos os públicos. O segundo dia de festival, nesta quarta-feira, 6/9, promete levar ao palco localizado na plataforma Malcher, na área portuária da cidade, uma mistura de ritmos, do samba e pagode ao funk, MPB e dancehall, com a participação de artistas nacionais, como Zeca Pagodinho, seguido pelo MC Kevin O Chris, e Marina Sena.

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Osvaldo Cardoso, lembra que o festival conta com dois palcos principais, que trarão na line-up a força da musicalidade brasileira, com artistas nacionais e regionais.

“Esse é o maior evento do Norte do país de artes integradas, o segundo maior do Brasil. Estamos trabalhando para continuar crescendo a cada edição e queremos oferecer essa grandiosidade para a população, buscando trazer essa diversidade de artistas nacionais e locais e, claro, a nossa mega-atração internacional”, comenta Osvaldo.

O segundo maior palco, localizado ao lado da Alfândega, também dentro do porto, comporta a concentração fixa de até 20 mil pessoas. No espaço, a headliner traz um dos grandes nomes da cena do rock nacional, o cantor Lobão e a banda de rock brasileira, Biquíni, além de outras atrações locais.

Com mais de cem horas de programação distribuídas em dez áreas de ocupação, e buscando reforçar o legado de valorização da cultura local e o respeito às diversidades, o “#SouManaus Passo a Paço 2023”, também conta com uma lista de artistas regionais de vários segmentos, como Strangers Hard Rock, CIA de Teatro Metamorfose, Grupo Teu, Casa da Comédia Manauara, Leandro Leite, Alexa Ingrid, Lobão do Grafite, Artigo 5, Anna Suav, Kelton Piloto, e Mestre Canela, além de incluir mais de 600 trabalhadores da cultura local.

Nesta edição, a Prefeitura de Manaus aumentou em mais de 580% o número de artistas locais em relação à primeira edição, em 2015, onde apenas 12 artistas locais estiveram envolvidos. Ao todo, o evento conta com 77 artistas musicais regionais, e serão beneficiados mais de 600 trabalhadores da cultura local, mais de 160 trabalhadores da cenografia do evento, 75 artesãos, e 200 manipuladores de alimentos, gerando mais de 5 mil empregos diretos e indiretos na preparação e operação do evento. 

— — —

Texto – Beathriz Torres/Semcom
Fotos – João Viana/Semcom e Phil Limma/Semcom